domingo, 12 de junho de 2011

>Poupar energia em casa

>


5 dicas rápidas

- ajustar a potencia eléctrica do seu contador às suas necessidades

- deixe os alimentos arrefecer antes de os colocar no frigorífico.

- lave a roupa a temperaturas mais baixas (40º), isto se a sujidade da roupa o permitir.

- troque as lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras, pode poupar 70%.

- evite ter o esquentador permanentemente ligado ou então opte por um esquentador inteligente que apenas acende a chama quando é necessário.

 

Tarifa bi-horária

Antes de mais procure ter uma potência eléctrica instalada que vá ao encontro das suas necessidades (pode poupar 5€/mês baixando de escalão – ao final do ano são 60€).

Com a tarifa bi-horária você não está necessariamente a poupar energia, mas está a poupar na factura da electricidade. Com este serviço você poderá ter redução do custo do KW/h (Kilowatt/hora – unidade de medida da energia eléctrica) na ordem dos 45 % nos períodos de vazio, ou seja, à noite e aos fins-de-semana. Atenção que terá um custo de aluguer de contador mais elevado, que podem ir para o dobro.

Portanto se consome bastante energia, tem um agregado familiar com pelo menos quatro pessoas e está preparado para pôr as suas máquinas (loiça, roupa, secar – todos os dispositivos que consomem mais energia que pode escolher a hora em que trabalham) a funcionar no período da noite então AVANCE!

Procure informar-se melhor no site da EDP, ou procure mesmo fazer uma simulação no site da EDP.

 

Stand-by dos aparelhos

Evite manter os aparelhos em stand-by (em modo adormecido, com a luzinha acesa), sobretudo aqueles que menos usa, pois eles estão sempre a consumir energia e consequentemente a fazer subir a factura da electricidade. A soma de todos os equipamentos que tem em casa em stand-by pode representar 5 a 10% da sua factura mensal, agora faça as contas!

 

Isolamento

Este é um aspecto que muitas vezes ficou esquecido nas habitações, sobretudo aquelas que foram construídas antes do ano 2000. Hoje em dia cada vez a preocupação é maior no investimento de um isolamento térmico das habitações, uma vez que se pode poupar muita energia eléctrica.

Tenha especial atenção nos seguintes aspectos:

- Pela cobertura dos edifícios ocorre uma grande perda de energia, opte por isolar o seu telhado ou sotão – com umas placas de poliuretano (XPS) que apresentam um custou na ordem dos 5€/m2 e pode melhorar significativamente o seu conforto.

- No verão opte durante o dia por manter um sistema de ensombramento activado (estores fechados) para evitar o excesso de calor. Nas fachadas viradas a sul é onde existe um predomínio de sol, então deve ponderar a colocação de isolamento térmico.

 

 
- Nas portas e janelas que se encontrem mal vedadas opte por reforçar o silicone nas juntas e/ou colocar uma fita de espuma sintética ou de borracha, que se pode adquirir facilmente na secção de bazar dos supermercados. Idealmente deveria proceder à colocação de vidros duplos, mas como é óbvio esta é uma solução bastante cara que só se justifica no caso das mesmas se encontrarem em mau estado de conservação.

Sem comentários:

Enviar um comentário