segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Poupar no regresso às aulas



 

Eis que se aproxima o final do Verão (que este ano por sinal foi bem poupado…) e com isso o regresso às aulas sempre tão esperado por pais e filhos (embora estes normalmente o neguem a verdade é que já há alguma ansiedade em voltar a ver os amigos e retomar a rotina, pelo menos eu era assim). Já os pais vêem-se livres dos filhos… ( a troco de umas quantas centenas de € em material escolar)

Os livros representam sempre uma despesa significativa, se poder aproveitar livros de um irmão mais velho, vizinho ou amigo ou até mesmo comprar em segunda mão, certamente irá poupar uns valentes euros. Por muita empatia que se crie com os livros escolares a verdade é que nunca mais voltamos a olhar para eles. Pelo menos no caso da maioria dos alunos. Não sei como funcionam os “marrões”, mas imagino…

Fazer as compras em grandes superfícies comerciais é normalmente a melhor solução uma vez que se consegue ter uma grande variedade de produtos e é onde se encontram os melhores preços. A escolha de marcas brancas é sem dúvida uma boa opção em termos de preço e a verdade é que se encontram produtos de grande qualidade.

As compras online começam a ser cada vez mais frequentes em todas as áreas e nos materiais/livros escolares não são excepção. Dê uma vista de olhos online, antes de ir para o supermercado.

Reutilize material de anos anteriores. Os mais pequenos gostam sempre de renovar a “frota” toda nesta altura do ano, no entanto há muitas coisas que podem ser aproveitadas. Tente negociar com o seu pequeno para ver se chegam a um acordo. Também é importante que eles tenham coisas novas, pois isso deixa-os motivados para arrancar em força.

Faça as suas compras antecipadamente, se deixar para a véspera terá de ficar com aquilo que sobra, normalmente as melhores oportunidades já se foram…

Compare preços e de preferência em supermercados diferentes, assim poderá aproveitar as melhores compras/promoções de cada um deles.

Não se esqueça de pedir factura pois terá a possibilidade de deduzir os gastos escolares no seu IRS no final do ano (poderá deduzir 30% dos seus gastos escolares).

Evite o recurso ao crédito. Parece uma solução fácil à partida, mas a verdade é que traz sempre muitas dores de cabeça.

2 comentários:

  1. A minha filha quer sempre tudo novo.
    Mas este ano não terá essa sorte. As coisas estão caras, e a vida não está para esbanjamentos.
    Até mais ler

    ResponderEliminar
  2. Como se costuma dizer, "de pequenino se torce o pepino"... Nada melhor do que eles começarem a perceber já o que custa a vida. Boa Sorte e boas compras! ;)

    ResponderEliminar