terça-feira, 29 de novembro de 2011

Dicas sobre investir na bolsa

Com muita pena nossa com a actual conjuntura económica nacional é difícil ou mesmo impossível a muitos de nós investir o nosso dinheiro (porque nem sequer conseguimos poupar).
Felizmente alguns ainda conseguem ter essas reservas para investir, que normalmente têm como objectivo realizar projectos no futuro ou até mesmo assegurar uma reforma mais confortável.
Muitos de nós não temos conhecimentos acerca de investimento em bolsa e por isso muitas vezes preferimos outro tipo de investimento. Historicamente o investimento que traz maiores retornos é a bolsa, sendo que o horizonte de investimento deve ser bastante alargado para se evitar os períodos de perdas. Diz-nos também a história que a bolsa pode dar retornos de 10% ao ano (descontando já a inflação anual). Estas taxas são bastante convidativas face ao oferecido por fontes de investimento alternativas, isto embora no presente até se consigam valores bastante convidativos também em depósitos a prazo e obrigações do tesouro (divida pública do estado).
Num período económico crítico como o que vivemos todos nós temos reticências em investir na bolsa, no entanto estes períodos críticos são os que permitem maiores ganhos, pois compra-se baixo para mais tarde se vender alto (e assim ter os tão esperados bendefícios).
Alguns cuidados a ter estão relacionados com a possibilidade de ter o dinheiro investido durante vários anos (5-10anos). Se acha que o dinheiro lhe vai ser necessário num curto prazo então pense num investimento mais seguro como é o caso dos depósitos a prazo.
Não invista todo o seu dinheiro na bolsa, uma vez que se trata de capital que não é 100% seguro. Nunca mais do que 10 a 20% do total do seu capital deve ser investido na bolsa. Claro que a idade também é um factor importante no peso que deverá dar a este tipo de investimento, face a outros (se se encontra próximo da idade da reforma deve diminuir o peso das acções nos seus investimentos, substituindo-o por outros mais seguros).
Um indicador interessante que pode mostrar que determinadas acções se encontram subvalorizadas é quando uma empresa começa a comprar acções próprias ou então quando os seus administradores o fazem a título individual. Como se costuma dizer “quem está no convento é que sabe o que vai lá dentro”.
Espero que estas dicas possam ser úteis para os seus investimentos, atenção que como é do conhecimento geral, a bolsa não representa um investimento seguro, embora seja bastante atractivo pelo bom retorno que pode proporcionar.

Sem comentários:

Enviar um comentário