terça-feira, 29 de maio de 2012

conta no ActivoBank

Tendo-me tornado recentemente cliente deste banco tive oportunidade de o conhecer melhor e até ao momento sinto-me bastante satisfeito com a experiência que tenho tido.

Trata-se de um banco com uma imagem bastante apelativa e que apresenta condições que vão ao encontro das necessidades dos tempos actuais: taxas reduzidas, ausência de mensalidades de cartões e depósitos a prazo com taxas acima da média (quando comparado com outros bancos).

Já em tempos aqui me referi aos bancos online que a meu ver apresentam algumas vantagens, sobretudo para clientes mais jovens, com facilidade de movimentar-se nas novas tecnologias, uma vez que quase a totalidade das operações são realizadas sem nos deslocarmos ao balcão.

Acima de tudo é importante saber o que vai ao encontro das suas necessidades, o que é bom para mim pode não ser para si. Ficam no entanto algumas vantagens deste banco e se lhe despertar interesse procure mais informação no site do ActivoBank. O Activobank pertence ao grupo Millennium BCP o que lhe confere bastante credibilidade.

 

 

 

 Vantagens do ActivoBank


- taxas de juro mais altas do que nos bancos tradicionais

- Cartão de débito e de crédito sem anualidade

- Sem despesas de manutenção de conta

- possibilidade de adquirir um smartphone (iphone4) a um preço promocional

- horário das agencias das 10h às 20h de segunda a sábado (inclusivé)

- Acesso a uma aplicaçao que permite fazer todas as operaçoes através do telemóvel

 

Outros bancos semelhantes


Existem outros bancos no mercado com conceito semelhante, sendo que o Best pertence ao grupo BES.

- Banco Best

- Banco Big

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Comparar preços

 

No nosso dia-a-dia vimo-nos confrontados com várias decisões. Algumas delas estão relacionadas com as nossas opções de compra. Avaliada a necessidade de adquirir algo nasce a possibilidade de comprar mais barato (o mesmo produto).

Quando se trata de comprar costumo dar preferência a algo que me dê prazer e desvalorizo tudo o que sejam gadgets que vão ocupar espaço em casa e pelos quais posso perder o interesse rapidamente. Assim, nasce a necessidade de comparar preços. Este simples gesto pode fazer-nos poupar muito dinheiro e assim optimizar  o nosso orçamento mensal.



Se por exemplo fixar um valor apartir do qual (por exemplo 50€) tem de sempre de comparar o preço em dois locais distintos, terá sempre a possibilidade de adquirir aquele que está a um preço inferior. Com este gesto poderá poupar milhares de euros ao final de um ano. Se poupar 10% numa compra de 50 euros, são 5 euros que ficam no seu bolso.

Com as lojas online em poucos minutos pode procurar um produto em diversas lojas e assim verificar onde está mais barato.

Kuantokusta é um site que permite comparar e encontrar os melhores Preços em diversas lojas em poucos segundos. É uma ferramenta bastante interessante e que utilizo frequentemente.

 


Algo que quero implementar em breve é sempre que adquirir algo novo dispensar algo que tenha em casa. Damos por nós atolados de coisas em casa que para nada nos servem, quando poderíamos estar a viver a nossa vida sem estarmos tão presos a bens materiais. Com esta regra temos a oportunidade de dar a quem precisa, de vender e angariar uns trocos, etc.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Poupar nas férias

 

Eis que se estão a aproximar as férias e com isso a necessidade de as planear. Com os cortes a que temos sido sujeitos, devido à austeridade que veio para ficar, as alternativas são mais restritas mas, com uma gestão eficiente é sempre possível fazer alguma coisa.

Existem formas de viajarmos de forma barata e ainda assim disfrutar de umas merecidas e agradáveis férias. O Segredo está em fazer render ao máximo o nosso orçamento.

Ficar por casa ou perto de casa também pode ser uma opção. Aproveite alguns recursos disponíveis e gratuitos como é o caso das praias e dos jardins públicos. Também uma estadia num parque de campismo pode ser bastante agradável e com custos baixos.

 



 

Seja flexível no destino


Normalmente a estadia e a viagem são duas despesas significativas nas férias. Assim recomendo que não se foque exclusivamente num único local, por vezes um destino pode apresentar preços demasiado elevados devido ao excesso de procura num determinado momento. Se tiver em mente dois ou três locais distintos poderá beneficiar obtendo melhores preços.

 

Planeie antecipadamente


Comprar os bilhetes de avião e a estadia com alguns meses de antecedência pode-lhe poupar muito dinheiro. Veja em voos baratos algumas formas de poupar na viagem de avião.

 

Onde ficar?


Este ponto varia muito de acordo com o nosso orçamento, a prioridade que damos à comodidade e ao conforto. Existem estadias bastante económicas desde o parque de campismo, aluguer de um apartamento com familiares, pousadas da juventude, etc.

Se vai para o estrangeiro visite www.hostelsworld.com onde encontra hostels (género de pousadas da juventude, algumas modalidades incluem a partilha de quarto com várias pessoas o que pode não agradar a muitos). Leia as indicações deixadas pelos outros turistas acerca do alojamento.

Também se encontram estadias económicas em hotéis , uma das formas mais cómodas de alojamento. O Segredo está em fazer uma pesquisa alargada e antecipada. Com uma simples pesquisa no google surgem imensos resultados. Explore!

 

Alguns truques para poupar


- Se tiver possibilidade evite as épocas altas

- Distancie-se um pouco do centro das cidades, encontrará alojamentos e restaurantes mais em conta.

- Utilize os transportes públicos para se deslocar em vez de alugar um carro.

- Se for para o estrangeiro leia um pouco sobre o custo de vida, a moeda utilizada, etc para não ter surpresas.

 

Sites de compras colectivas


Nestes sites é possível encontrar boas oportunidades, nomeadamente alguns fins de semana ou férias com descontos que podem ir até aos 80% relativamente ao preço base. Lifecooler é um dos princiapais a actuar no mercado português actualmente.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Simular Seguro




 

Os Seguros são serviços que nos oferecem tranquilidade quando surgem situações inesperadas: colisão do autómovel, incêndio da sua habitação, etc são alguns dos exemplos em que os seguros nos podem ser úteis. É preciso fazer uma gestão eficaz destes produtos, pois se por um lado nos trazem alguma tranquilidade, por outro, podem pesar no nosso orçamento anual. Há alguns seguros que são obrigatórios, no caso dos automóveis e outros facultativos. Em todos eles podemos procurar aquele que melhores preços apresenta. Sendo que por vezes temos de abdicar de alguns serviços em prol do melhor preço.

No entanto, é muito importante que faça diversas simulações pois um seguro com as mesmas caracteristicas pode apresentar preços bastantes diferentes em companhias diferentes.

É recomendável que verifique o preço dos seus seguros todos os anos, fazendo novas simulações. Mesmo que não pretenda mudar de seguradora, ter um orçamento mais baixo de outra empresa pode permitir-lhe negociar o preço com a sua seguradora actual.

Apresento seguidamente algumas seguradoras que penso serem das mais baratas do mercado e estão especialmente vocacionadas para o seguro automóvel, mas o mesmo princípio é válido para seguros de habitação, saúde, etc.

Não hesite e faça já uma simulação e veja quanto poderia estar a poupar relativamente ao que paga actualmente.

Veja também: Outras formas de poupar no seguro automóvel

 

Simule já


 

Seguro directo - Uma referência no mercado de seguros a preços baixos

Seguro Directo - Faça a sua simulação online em menos de 3 minutos!


NSeguros – Onde tenho actualmente o seguro da minha viatura.





Seguros Continente - Pertencente à cadeia de hipermercados também com boas oportunidades.

Simulação Seguros Continente

Logo - Outra low cost dos seguros




 

Estas empresas são conhecidas pelo conceito low cost, penso que todas elas funcionam maioritariamente online/por telefone, dispensando assim de atendimento presencial ao público, o que normalmente agrava os custos de estrutura de uma empresa e como tal esse custo é repercutido ao consumidor.

Se não se dá muito bem com este tipo de conceito o melhor é fazer a simulação nas seguradoras mais "tradicionais".

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Como dar a volta ao desemprego

O desemprego é uma realidade desconhecida por muitos, mas que infelizmente cada vez mais bate às nossas portas. Pode surgir a qualquer momento e é daquelas coisas que nunca estamos à espera. Se não tem um currículo brilhante e não está na disposição de agarrar o primeiro trabalho precário que lhe aparecer vai ter de tomar algumas medidas que o ajudem nesta fase mais complicada.
Se tem direito a subsídio de desemprego aproveite bem este recurso e lembre-se que este não é eterno. Empenhe-se na procura de emprego e faça uma poupança com a ajuda do subsídio, esta poderá ser-lhe muito útil quando o subsídio terminar.



 

Medidas a tomar


Infelizmente muitas destas medidas passam por uma diminuição da despesa, embora mais à frente apresente algumas sugestões também no sentido de aumentar as suas receitas.
Primeiras despesas a cortar:
- mensalidade da televisão/internet/telefone, baixar o pacote ou suprimir algum serviço.
- mudar o telemóvel para um plano mais económico
- Reduzir a utilização do carro. A viatura particular apresenta uma grande comodidade mas também uma grande despesa. Se por acaso possui mais do que uma viatura no seu agregado familiar pondere “encostar” o carro por algum tempo. Aproveite para andar mais a pé, de bicicleta e de transportes públicos.
- Aproveite agora que tem tempo livre e faça as suas compras no supermercado de forma inteligente. Idealmente deverá frequentar dois supermercados diferentes aproveitando assim sempre os preços mais baixos de ambos.
- fale com o seu banco no sentido de obter um período de carência do empréstimo do crédito habitação.
- corte já as assinaturas de revistas. De uma vista de olhos em todas as suas mensalidades e começe por aí. O ginásio também deve ser evitado, a não ser que esta seja mesmo uma actividade importante para si.
- Refeições fora de casa e muitos cafezinhos também contribuem para manter a despesa elevada.
Muitas outras medidas podem ser tomadas, dê uma vista de olhos noutros posts aqui no poupareinvestir e certamente encontrará outras dicas.

 

Como pode ganhar um dinheiro extra


Aproveite um talento que tenha para poder aumentar os seus rendimentos. Uma vez que vai estar com bastante tempo livre ainda que possa ocupar bastante deste na procura de emprego.
Muitas pessoas após o “trauma” de ficar no desemprego metem os seus talentos a render. Tenho visto histórias impressionantes e muito encorajadoras. Pessoais que escreveram um livro, pessoais que criaram o seu próprio negócio com o qual há muito sonhavam, etc…
Este ponto é importante não só pelo dinheiro em si mas também pelo auto realização que lhe vai causar. Estar ocupado com uma actividade que lhe dá gosto evita-lhe certamente períodos depressivos. Se não tem ideias apresento algumas sugestões de como poderá ganhar uns trocos extra:
- cultivar uma horta, em que poderá vender/trocar produtos com familiares e amigos ou simplesmente para consumo próprio
- tornar-se distribuidor de um produto, estou-me a lembrar da tupperware e da oriflame. Penso que não tem investimento inicial.
- Se tem gosto pela informática e por alguma temática em especial pode criar um blog e ganhar algum dinheiro com publicidade. O poupareinvestir nasceu quando eu me encontrava desempregado.
- Vender produtos em sites de classificados/leilões. Por exemplo coisas usadas que tenha em casa ou algum produto feito por si.
- Venda de bijuteria, artesanato, etc. Aproveite um dom que tenha e ponha os seus talentos a render.
- criar um negócio. Algo importante a ter em conta é reduzir o investimento ao mínimo indispensável.

Acima de tudo não desista… A vida tem muitas coisas boas e se conseguir focar-se nessas tudo será mais fácil… com ou sem emprego! ;)