terça-feira, 26 de junho de 2012

Um ano de poupareinvestir





 

O poupareinvestir faz este mês  um ano. Com este blog pretendo partilhar com os outros formas de viver melhor e de forma mais barata, utilizando para isso dicas de poupança e de investimento.

Os assuntos aqui abordados são transportados do meu dia a dia ou então obtidos através da leitura de livros e sites. Tendo eu algum gosto por esta area das poupanças, finanças pessoais e investimento decidi criar este projecto no sentido de aprender, ensinar e também optimizar as minhas finanças.

Procurarei sempre que possível transmitir também as minhas preocupações ambientais, solidárias assim como apresentar formas para sermos mais felizes, nunca fugindo à temática principal: poupar e investir.

Alguns fundos que sejam obtidos através da publicidade colocada aqui no blog têm o objectivo de custear as despesas de alojamento, investimento em livros e também doar a instituições de solidariedade.

Pelo que tenho visto nas estatísticas este blog até tem alguma adesão dos leitores e por isso o meu muito obrigado! Sem vocês este projecto não faria nenhum sentido.

Entristece-me um pouco a quase inexistência de comentários… Seria óptimo uma vez por outra ter o vosso feedback. ;)

Aproveito para deixar aqui os formulários para inscrição na página do facebook e/ou inscrição na newsletter do blog.



 

Introduza o seu Email para subscrever:





 

Muito Obrigado e continuo a contar convosco!

Araújo

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Compras Colectivas


Surgiu no mercado nos últimos tempos um conceito novo e que me parece bastante interessante – as compras colectivas. Através de sites de compras colectivas são oferecidos descontos bastante significativos (na ordem dos 50% a 70%, podendo atingir os 90%) em produtos e serviços.

Normalmente estas ofertas estão associadas a actividades de lazer, tais como fins de semana em hóteis, refeições em restaurantes, actividades radicais, massagens, etc. No entanto é possível encontrar um pouco de tudo
Normalmente a compra encontra-se condicionado por um número mínimo de compras. Por exemplo são necessários 50 ou 100 interessados para a comprar se efectivar, no entanto este não é um problema nas principais plataformas pois as ofertas têm muita divulgação (como é o caso do Lifecooler). Também só paga se a compra se efectivar pelo que não tem nada a perder
Creio que esta é uma aposta vencedora para todos os intervenientes, para o consumidor que consegue estas experiencias com descontos bastantes significativos face ao preço habitual de mercado. Também os prestadores de serviços/fornecedores são beneficiados pois têm a oportunidade de realizar um grande volume de vendas em pouco tempo.
Todos os dias são lançados novos descontos, com tempo limitado para ser adquirido, pelo que convém ir espreitando as novidades. Para quem se inscrever nos respectivos sites recebe as novidades por email.
O Groupon é o mais conhecido, no entanto existem já outros a operar que também me parecem bastante interessantes como é o caso do LetsBonus e do Lifecooler.

 

Principais Sites


Visite os seguintes sites de compras colectivas e se lhe interessar subscreva de modo a receber as ofertas por email.

 

Groupon | O número 1 das compras colectivas

 

LetsBonus | Os maiores descontos..na sua cidade! Até 70%

 

Lifecooler | Os melhores descontos, da sua cidade!

 

Fica a sugestão de subscreverem um ou mais destes sites no sentido de obterem periodicamente as ofertas no vosso email.
Algo a ter em atenção é não se deixar entusiasmar por todas as ofertas pois o seu orçamento mensal pode sofrer as consequências.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Activos e Passivos

Quando se trata das nossas finanças pessoais é muito importante identificar quais os nossos activos e quais os nossos passivos. Se estes estiverem bem identificados podemos ir reduzindo os nossos passivos (aquilo que nos tira dinheiro do bolso) e aumentar os nossos activos (aquilo que nos mete dinheiro no bolso).
Um activo financeiro é um recurso económico que tem valor, que traz lucro, dividendos ou qualquer outro tipo de renda. Um passivo é precisamente o contrário e pressupõe uma divida a um credor.
Existem activos financeiros (acções, obrigações, depósitos), activos intangíveis (patentes, direitos de autor) e activos tangíveis (imobiliário, arte).


Por exemplo, uma casa própria pode ser um activo ou um passivo. Se essa casa for para habitação própria é considerada um passivo pois terá custos, tais como impostos, condomínio, manutenção, etc. No entanto, se essa mesma casa estiver arrendada ela é considerada um activo para si, pois todos os meses recebe uma renda.
O exemplo anterior pode levantar algumas dúvidas uma vez que o mesmo bem pode ser considerado um activo ou um passivo.
Um dos segredos das pessoas mais ricas, ou financeiramente mais estáveis está no facto de procurarem sempre aumentar os seus activos e reduzir os seus passivos.

 

Exemplo de Activos


- Depósitos
- Imóveis
- Acções
- Ter um negócio que gere lucro



 

Exemplo de Passivos


- Empréstimo da casa, do carro, cartões de crédito, etc.

 

No livro Pai Rico, Pai Pobre o autor Robert Kiyosaki afirma que as pessoas se penalizam por constantemente aumentarem os seus passívos em vez de procurem os activos. Se tem interesse pelo tema do dinheiro e das finanças pessoais recomendo a leitura desse mesmo livro. Este pode ser facilmente obtido através de uma pesquisa nos motores de busca.