terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Dicas para poupar no Natal

Mais um Natal que se aproxima. A época natalícia é por tradição um período de festa, alegria, família e convívio. Infelizmente, a crise que se abate sobre nós tende a aumentar a cada dia que passa e as pessoas começam a perder a força e as esperanças. No entanto, não podemos deixar que a crise nos roube o espírito natalício nesta altura do ano tão especial para todos nós. Fique com algumas dicas de como poupar nos presentes e na preparação desta festa.

 



 

Opte por presentes caseiros. Oferecer presentes criados por si é uma excelente opção. Se tem jeito para trabalhos manuais, (mesmo que não tenha o que conta é a intenção) ponha mãos à obra e solte a criatividade. Para além de ser uma excelente forma de poupança, as crianças adoram prendas originais e caricatas.

Guarde também a inspiração para enfeitar caixas de bolachas, bolos, entre outros alimentos típicos do Natal. Em vez oferecer aquelas caixas de chocolates clássicas, porque não fazer uns desenhos e uns enfeites especiais? Caixas de bolachas em lata são perfeitas para este tipo de trabalhos manuais.

 

Aproveite a época de saldos. A época de saldos é sempre uma boa opção para adquirir produtos a preços mais baixos, o problema é que os saldos só começam depois do Natal. Então a minha sugestão é dar uma pequena lembrança apenas pela altura do Natal e deixar as outras prendas maiores para entregar depois. Ou então use o argumento que dá a prenda pela altura do dia de Reis (que é o dia que se distribui os presentes em Espanha, por exemplo: 6 de Janeiro)

 

Cozinhe mais. Em casa opte por fazer mais e comprar menos fora, nomeadamente bolos. Poderá realizar um intercâmbio com os seus vizinhos/familiares, uns fazem as filhoses e os outros os sonhos.

 

Planeie e compre antecipadamente. Não guarde as compras para os últimos dias ou caso contrário já não haverá produtos por onde escolher e os preços sobem. Faça as compras com algumas semanas de antecedência. Assim terá a oportunidade de escolher entre uma maior variedade de produtos e preços.

 

Seja moderado nas quantidades. Não cozinhe grandes banquetes mesmo que receba toda a família em casa. Faça apenas refeições e sobremesas essenciais da época em quantidades moderadas. Não só poupa na carteira como também na balança!

 

Recicle o material de decoração. Na sua grande maioria os enfeites de Natal podem muito bem ser reutilizados de uns anos para os outros, não se deixe levar a adquirir mais coisas se já está servido.

 

Jantares de Natal. Esta altura do ano é sempre propícia à realização de jantares dos grupos onde estamos envolvidos (malta da bola, do emprego, do atletismo, etc…). Tente que alguns destes jantares se possam realizar em casa de alguém, é uma forma agradável de convívio e fica muito mais barato.

 

Planeie e mantenha o orçamento firme. Como em tudo o que diz respeito à gestão do nosso dinheiro, planeie bem e não gaste mais do que as suas possibilidades.

Aproveite para rever alguns conselhos deixados o ano passado acerca de poupar nas prendas de Natal.

Temos que nos adaptar a todas estas dificuldades, essa é a realidade da crise. No entanto o Natal é muito mais do que aquilo que o dinheiro pode comprar, vamos vivê-lo da melhor forma possível.

Um Feliz Natal e boas poupanças!

1 comentário: