terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Gerir as finanças pessoais

A gestão das nossas finanças pessoais tem um grande impacto nas nossas vidas. A verdade é que simples ajustamentos à forma como lidamos com o dinheiro permitem-nos viver a vida com menos sobressaltos e imprevistos, o que nos transmite um grande conforto.

No meu entender a questão chave é gastar menos do que aquilo que se ganha. Já quase todos nós ouvimos esta expressão, sobretudo aos mais velhos, mas existe sempre alguma inércia a coloca-la em prática, sobretudo nos dias de hoje.

Já aqui tenho mencionado a importância de fazermos um registo das nossas despesas para assim sabermos para onde o nosso dinheiro está a ir e podermos assim elaborar um orçamento no sentido de gastar o dinheiro de uma forma que nos seja mais vantajosa.

A sua poupança deve ser realizada logo no inicio do mês quando recebe os seus rendimentos e deve ser encarada como uma despesa normal, se esperar pelo final do mês vai ver que já nada lhe sobra para poupar.

A verdade é que nos dias de hoje tudo nos leva para o caminho do endividamento e do consumismo, sendo portanto difícil manter-nos no devido caminho.

Com o chegar desta crise é que muitos de nós percebemos os erros que temos estado a cometer e diga-se que este é o pior momento para remediar a situação. Mas temos de começar por algum lado...

Quem está a conviver melhor com a situação actual são as pessoas que pouparam desde sempre e neste momento podem fazer face às dificuldades actuais: perda de rendimentos, aumento de impostos. Basicamente uma grande perda de poder de compra.

 

Dicas para tornar a poupança mais fácil


- Registar as suas despesas

- Encarar a poupança como uma despesa, e desviar logo uma parte do rendimento no inicio do mês para poupança.

- Aproveitar os subsídios de férias e de Natal (quem ainda os tem) para fazer uma poupança maior.

 

Sem dúvida que o melhor para sermos bem sucedidos é aprendermos com os nossos erros e implementarmos medidas que mais têm a ver com a nossa pessoa!

Boas poupanças!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Combustíveis mais baratos

A direcção geral de energia tem um site onde apresenta o preço dos combustíveis nos diversos postos de abastecimento em todo o país.

Uma vez que os combustíveis representam uma soma considerável do orçamento de muitos de nós vale a pena fazer uma pesquisa para ficar a conhecer onde encontrar combustíveis mais baratos.

Outras formas de poupar em combustível passa por ter uma condução suave (sem acelerações e travagens bruscas).

Verificar periodicamente o nível de pressão dos pneus.

Evitar usar o carro para pequenos percursos. Os primeiros quilómetros do percurso de um carro são os que consomem mais combustível pois boa parte da energia é para levar o motor à sua temperatura normal de funcionamento.

Percursos com grandes inclinações também são de evitar, sempre que poder opter por percursos mais rectos e menos inclinados. Velocidades na ordem dos 90/100kmh nas mudanças mais altas (normalmente a quinta) optimizam o consumo de combustível.

Cada carro e cada condutor têm os seus truques para poupar combustível. Lembre-se que uma poupança de meio litro por cada 100kms, são 5litros ao final de 1000kms.

Temos de usar as armas que temos para poupar uma vez que a economia e o estado em nada nos estão a ajudar.

Boa sorte e boas viagens!