quarta-feira, 20 de março de 2013

Sem emprego! E agora?

Com a conjectura actual muitos de nós deparamos-nos com o desemprego.  Há que delinear um plano de contingência rapidamente para minimizar os impactos na nossa vida. E falo na primeira pessoa pois já passei por esta situação.

Primeiro que tudo deve encarar a possibilidade de não encontrar trabalho no curto prazo e ter de se habituar a viver desempregado.

A verdade é que algumas pessoas que perdem emprego descobrem uma nova vocação desempenhado outras  actividades que gostam e onde acabam por ser muito mais felizes. É caso para dizer que por vezes, há males que vêm por bem. Nada de desanimar…


 

Primeiras medidas para cortar na despesa


- acabar com as assinaturas (revistas, televisão, ginásio…)

- diminuir as despesas com carros (reduza ao mínimo), "encoste" algum se for possível.

- aproveite o tempo que tem livre para fazer refeições em casa.

- Substitua as actividade pagas por actividades ao ar livre.


 Procura  de emprego


A procura de emprego é uma tarefa muito ingrata e trabalhosa, sobretudo nos dias de hoje. Mas dar-se por vencido também não é solução!

- Estude também outras possibilidades.Como por exemplo outras fontes de rendimentos.  Poderá aproveitar o tempo para fazer algo que realmente gosta e que lhe traga mais valias financeiras.

- Seja flexível e tenha capacidade de adaptação, esteja preparado para entrar numa nova área de trabalho que não a sua, se por acaso tem habilitações para isso.

- Não se esqueça de marcar presença nas redes sociais (linkedin, facebook) e utilizar a sua rede de contactos pessoais e profissionais no sentido de aproveitar alguma proposta que possa surgir.


Procure aumentar os seus rendimentos


Existem algumas formas de gerar rendimentos que não provêm de um emprego, rendas ou outro tipo de dividendos.

Aproveite algum hobbie/talento que tenha e comece a ganhar uns trocos, por exemplo:

- Compra e venda de material através de sites de classificados.

- Venda de bijutaria, bolos, rissóis… Algo que goste de fazer…

- Crie o seu próprio negócio. Comece por baixo. A internet permite isso. Um simples blog sobre algo que gosta pode criar receitas de publicidade. Seja criativo.



Boa sorte!

Sem comentários:

Enviar um comentário