quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Formação financiada



Cada vez mais a formação representa um elemento chave para nos apresentarmos no mercado de trabalho. Se antigamente qualquer um conseguia trabalho e os menos qualificados sempre arranjavam um trabalho, nem que fosse “nas obras”. Hoje em dia o cenário é outro, vale assim a pena investir na sua formação.

Existem diversas entidades, escolas, universidades que apresentam cursos de formação, alguns deles são financiados, ou seja gratuitos para os participantes e até por vezes recebem um subsídio.


Onde encontrar formação financiada


Como sempre os motores de busca podem ser uma excelente ajuda neste processo, assim como procurar mais informação em blogs e fóruns.

Temos por exemplo o ISQ que por vezes apresenta alguns cursos financiadosTemos também as diversas associações empresariais das diversas regiões. Por exemplo, a Aerlis (associação de empresas da região de lisboa) tem formação financiada a decorrer em Oeiras, Sintra e Carregado. A finiform é outro instituto que ministra formação financiada, veja algumas ofertas de formação.

Qual a melhor altura para fazer formação?

Existem alguns pontos-chave a ter em consideração. Por exemplo, quem se encontra desempregado é uma óptima altura para fazer formação pois tem-se mais tempo disponível e também porque teoricamente irá facilitar a nossa entrada no mercado de trabalho.

Quando está empregado e sente que uma determinada formação o poderia valorizar, então é altura certa para se especializar e mostrar à sua empresa o quanto você poderá ser útil (ainda mais!).

A realização de formação paga, se tiver essa possibilidade também é de ter em consideração. Valorize-se, faça um curso gratuito e colha mais tarde os frutos! Mesmo que não seja relevante profissionalmente os cursos enriquecem-nos como pessoas e permitem-nos ser pessoas multifacetadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário