terça-feira, 19 de maio de 2020

Painéis Solares Fotovoltaicos


Os painéis solares fotovoltaicos têm-se tornado cada vez mais populares no últimos tempos.
Esta popularidade é justificada pois trata-se de um investimento para o longo prazo.

Os investimentos com capital garantido como é o caso dos depósitos a prazo estão neste momento muito abaixo de 0,5% de rentabilidade.

Cada painel solar fotovoltaico de 260w se estiver bem instalado e não houver desperdício para a rede.

Como instalar

No meu caso optei pela EDP que acaba por ser prático pois fornecem, instalam e financiam sem juros. No meu caso são 36 prestações de 19€, ou seja 684€. Atualmente estão a oferecer 15,90€/mês, durante 48 meses, ou seja 763,20€.

Outra vantagem de optar pela EDP é que oferecem o serviço Redy pelo menos durante algum tempo que permite monitorizar o consumo e a produção numa base diária. Só esta ferramenta tem muito valor pois permite-nos identificar o consumos dos nossos equipamentos, dos stand by, etc. Permite-nos aferir se a potência contratada que temos é ajustada ao nosso consumo ou não. No meu caso baixei de 6,9Kw para 5,75kw e se não estou em erro são cerca de 2€ de poupança mensal.

Facilmente se encontra um kit de com painel solar, inversor, etc na ordem dos 400€, mas depois tem de arranjar quem lhe faça a instalação. A não ser que tenha um local amplo onde o possa colocar num terraço ou pavimento e facilmente o consiga fazer sem a ajuda de um profissional. Basicamente é montar o kit e ligar o mesmo a uma tomada de eletricidade.

Quanto poupei em eletricidade em 2019?

Em Janeiro do ano passado (2019) instalei um painel de 260w que produziu 424kw, desde 15 de Janeiro até 31 de Dezembro, ou seja 35kw/mês (a uma média de 20 cêntimos/kw que se paga à rede incluindo taxas e iva), representou 7€/mês, ou 84€/ano.

Desperdício de electricidade produzida

Um dos cuidados que temos de ter é reduzir ao máximo a energia que está a ser produzida e não é consumida no momento, pois esta vai ser gratuitamente enviada para a rede.

Quantos mais painéis solares fotovoltaico tiver maior a probabilidade de desperdícios, por isso é muito importante fazer um dimensionamento certo do que gasta nas horas de sol.

No meu Caso optei por colocar a bomba de calor (aquecimento de água quente) a funcionar no período do pico solar, apartir das 10h da manhã. Assim aproveito logo umas 3h ou 4h do total produzido e depois é tentar colocar as máquinas a lavar no outros periodos.

Para quem tem muitos equipamentos em casa pode ter assegurado um consumo de 250W permanentemente.

Associado ao redy também vêm 2 temporizadores que podem ser configurados e monitorizados online, ou seja pode estar fora de casa e ligar ou desligar equipamentos através da aplicação no telemóvel.

No meu caso cerca de 20 - 25% da energia produzida é enviada para a rede, pelo que o benefício final anual anda na ordem dos 67€.

Rendimento do Investimento

Tendo em conta que há uma poupança na ordem dos 70€ por ano, o investimento é pago em aproximadamente 10 anos. Como se estima que a vida útil do painel seja de 25 anos, se tudo correr bem serão 15 anos a produzir energia gratuitamente.

A verdade é que muito provavelmente o dinheiro iria ser gasto na mesma em algo que não iria ter retorno.

Considerando que os 700€ investidos (em média) renderiam 1% de juros ao ano líquidos, no final dos 10 anos teria 773,24€. Portanto no 11.º ano poderá obter o valor que obteria em juros e apartir daí será tudo ganho. No caso da EDP em que existe possibilidade de financiamento sem juros a conta é um pouco mais complexa, mas o capital só é investido mais tarde, logo os valores referidos pecam por excesso.










Sem comentários:

Publicar um comentário